Adubação Orquídea

Adubo orgânico para orquídeas

Adubo orgânico para orquídeas, são elementos químicos provenientes da decomposição de matéria de origem animal ou vegetal. É o caso dos estercos, farinha de osso, compostos, farinhas e tortas, como a torta de mamona, por exemplo.

Antigamente, a adubação orgânica era a única possibilidade. No caso das orquídeas cultivadas em vaso, no entanto, estes adubos, quando em estado sólido, têm alguns inconvenientes como: diminuir a aeração das raízes da planta, alterar o pH do substrato e a proliferação de fungos.

adubo-orgnico-completo-para-orquideas

Vai aqui algumas receitas.

Composto
70% de torta de mamona
10% de farinha de osso
10% de cinza vegetal
10% de esterco de aves (bem curtido)
misture tudo e coloque a quantidade de uma colher de chá sobre o substrato, na parte traseira da planta, a cada 3 meses.
Calda de esterco
Num balde de 20 litros de água, deixe em infusão cerca de 1 litro de esterco (5% do volume do balde), por 10 dias.
Use a calda resultante para diluir na água das regas das orquídeas, numa proporção de mais ou menos 10% de calda para 90% de

A calda de esterco é o mais indicado para o cultivo, por trazer vários benefícios pela forma com os elementos encontram disponíveis para serem assimilados pela planta. É praticamente a forma de nutriente que a orquídea encontra na natureza. Pode ser tanto aplicado nas folhas quanto no substrato.

3 Comments

Deixe o seu comentário