Orquídea Substrato

Guia da Cattleya / Substrato

Quanto ao substrato, o mais usados são: os cubos de coco, casca de pinus, pedra brita, esfagno e a piaçava.
É preciso que o substrato garanta um bom arejamento para o sistema radicular (raízes).
Outra informação importante, nunca enterre o rizoma. Isso poderá matar a planta.

Guia da Cattleya / Substrato

O substrato deve esconder apenas as raízes.

Na hora da compra, fique atento! Evite vasos com musgo, isso indica que o substrato pode ser antigo e já será necessário o replantio.
Se o substrato estiver retendo muita água ou eliminando rápido de mais sem deixar umidade, é sinal de que é hora de replantar sua espécie.
É importante trocar o substrato antes da sua exteriorização, pois quando o material começa a se dissolver, elimina gases que podem prejudicar a planta.
Outro sinal de necessidade de troca de substrato é quando a orquídea estiver saindo do vaso.
O que sempre foi recomendado nos cursos que fiz é fazer esta troca anualmente e preferencialmente após a floração. Algumas pessoas dizem que o substrato pode aguentar 2 anos, mas eu prefiro não arriscar.
Quando terminar de replantar, coloque uma plaquinha com a data, para que você saiba o momento do próximo replantio.
Guia da Cattleya / Substrato
FIXANDO NAS ÁRVORES
Por serem epífitas, as Cattleyas podem também ser presas em árvores, amarrando-as diretamente ao tronco. Para isso, é melhor envolver suas raízes em um pouco de fibra de coco ou musgo esfagno, assim,  ela se fixará  e a umidade seja mantida.
Clique AQUI e visite o Post ensinando a fixar orquídeas em arvores.

 

Guia da Cattleya / Substrato

Deixe o seu comentário