Orquídea

Quais As Melhores Orquídeas Para Ter Em Casa

Existem várias espécies de orquídeas disponíveis no mercado, no entanto, uma das que melhor se adapta a uma casa é a phalaenopsis (orquídeas mariposa ou borboleta), que inclui variações como a tillandsia cyanea (bromélia) e o anthurium scherzerianum (antúrio). Estas orquídeas têm uma enorme variedade de cores, são de origem tropical e, como tal, desenvolvem raízes aéreas que lhes permitem crescer em cima de outras plantas, normalmente árvores ou arbustos. Devido à sua natureza, estas plantas estão habituadas a receber uma humidade aérea típica das regiões tropicais, contudo, isso não significa que se adaptem da melhor forma a um vaso ou jardim e à humidade através da rega comum.

COMO CUIDAR DE ORQUÍDEAS

A plantação de orquídeas deve ser realizada preferencialmente num vaso. No entanto, para que elas se desenvolvam e cresçam de uma forma saudável, é necessário cumprir com os aspetos seguintes:

A REGA DAS ORQUÍDEAS

A rega das orquídeas é uma tarefa de extrema importância no que ao seu cuidar diz respeito, uma vez que estas plantas não desenvolvem substratos húmidos. Dessa forma, é importante manter humedecido o composto onde elas estão plantadas e verificar se a drenagem está a ser corretamente efetuada, caso contrário, a planta pode adoecer e morrer.

Por norma, no verão, as orquídeas precisam de ser regadas uma vez por semana, preferencialmente no final da tarde ou no início da manhã. Ao passo que no inverno, é necessário deixar secar o composto entre regas. A água mais indicada para regar as orquídeas é a água da chuva ou a água que é previamente fervida e arrefecida.

Tenha em atenção que as orquídeas devem manter-se sempre com uma humidade alta, especialmente se existir um desumidificador ou radiador no local onde elas se encontram. Para saber se o substrato está húmido ou seco, basta colocar um dedo dentro da terra das orquídeas, com o intuito de ver se esta já se encontra pronta a ser regada.

Deixe o seu comentário