Orquídea

Dicas de como cultiva Phalaenopsis

O gênero Phalaenopsis é originário de países da Ásia Tropical (Filipinas, Indonésia, Malásia, Sumatra, china e Taiwan), normalmente encontradas na natureza presas em troncos de árvores sob proteção de suas copas, em ambientes que lhe ofereçam boa luminosidade (sem sol na planta) e alta umidade do ar.
Embora aceitem quase todos os tipos de clima, os Phalaenopsis preferem climas mais quentes, sem temperaturas extremas, onde se desenvolve melhor e com maior rapidez. 
Este gênero não suporta muito frio, em temperatura inferior a 17° C, ela não irá se desenvolver, ou terá seu crescimento lento e sem flores. Ao contrário da Dendobrium, que florece apenas em clima ameno.
Cuidar de sua Phalaenopsis é fácil, basta ter ambiente com boa luminosidade e sem a incidência de luz direta do sol, pois suas folhas são sensíveis ao sol e podem ficar queimadas após algumas horas de exposição ao sol intenso.
Algumas pessoas recomendam o sol até as 10h, eu não recomendo! Acredito que depende da localização no Brasil, pois já tive várias folhas queimadas pelo sol e por isso optei em não deixá-las pegar nem mesmo o sol até às 9h. Lembrando que ela não precisa de sol para crescer e florecer, apenas de luminosidade.
Luminosidade:
Escolha um local bem iluminado e ventilado. Bem iluminado não é o mesmo que receber sol, é apenas bem claro. Ventilado não é receber vento, mas o contrário de abafado.
Dentro de casa ou em apartamentos, o local ideal é perto de uma janela. Essa é toda luminosidade que ela precisa!
Pode ser colocada em árvores, sob a sombra de sua copa. Por isso, é importante que você observe a posição do sol antes de fixá-la nos troncos. Observe qual o lado não recebe sol ou qual recebe apenas o sol até às 9h da manhã. Este é o local de fixá-la!
 Nos lados que receberem mais horas de luz solar direta, você pode ficar o gêneroOncidium, que suporta mais o sol direto, mas sol em excesso pode prejudicá-la, ou seja, o dia inteiro, não é bom para nenhuma orquídea.

Guia da Phalaenopsis /Floração

Fonte  : cynthia blanco

Deixe o seu comentário