Adubação Orquídea

Guia da Phalaenopsis /Adubação

Adubação é o alimento da planta. Assim como nós precisamos nos alimentar, as orquídeas também, e esse alimento vem através da adubação.
Crie uma rotina, orquídeas gostam de rotinas!
Adube quinzenalmente, mas mantenha sempre este período de uma adubação para outra.
O que ela não gosta é de receber adubo hoje, daqui a quinze dias, 3 meses depois… Sem um intervalo contínuo.
Ela quer receber a cada quinze dias, ou a cada mês, mas o intervalo deve ser uniforme.
Então mantenha uma rotina, uma regra!
Opte por adubos químicos, conhecidos como folear, mas eu prefiro não aplicá-lo nas folhas, pois folhas úmidas = facilidade de ataque de fungos.
Meu conselho: Molhe somente as raízes (das que estão nas árvores) e as raízes e substrato (das que estão no vaso). Não molhe as folhas!
Outro conselho: Se você está começando e não sente muita segurança, diminua a dosagem do adubo, um pouquinho menos, para ter certeza de que não irá adubar demais. Adubo demais = a folhas amareladas e prejuízo na floração.
Exemplo: Se na embalagem diz para diluir uma colher de café em 1 litro de água, dilua esta mesma quantidade em 1,5 litros ou 2 litros. Assim você não corre o risco de super dosagem ou intoxicação.
O adubo aconselhado é o 20-20-20 ou o 10-10-10, que são iguais, o que irá mudar é a quantidade a ser diluída em água. O 10-10-10 terá o dobro de quantidade para ser diluída que o 20-20-20.
Guia da Phalaenopsis /Adubação
Adubo Químico                        Adubo Orgânico

Passo-a-Passo na adubação

Compre o adubo quimico folear, leia o rótulo. Coloque a quantidade indicada de adubo na quantidade de litros aconselhada. Mexer bastante até diluir. Aplicar nas raízes ou raízes e substrato preferenciamente com um borrifador. Não molhar as plantas por pelo menos 3 dias no caso de vasos e um dia no caso de placas ou árvores.
Lembre-se que você está usando água para diluir o adubo, ela não precisará de mais.

O adubo químido, você pode reconhecê-lo pela cor, são grãozinhos azuis, é um alimento imediato. Você aplicou e a planta já está absorvendo os nutrientes imediatamente.
Existe também o adubo orgânico, cuja base principal é farinha de osso e torta de mamona, este deve ser colocado a cada 3 ou 4 meses, no cantinho do vaso de sua orquídea. Ele pode complementar o adubo químico, mas você pode optar em não usar o adubo orgânico, se não se sentir seguro de aplicá-lo de forma correta.
O adubo foliar já garante uma boa absorção para a planta.
Curiosidade: As folhas além de fazer a fotossíntese, servem como reservatório para os nutrientes que ela retira dos adubos e do próprio ambiente.

Deixe o seu comentário