Orquídea

O adubo de manutenção e crescimento

O adubo de manutenção…

É um fertilizante equilibrado, que mantém a saúde da planta em qualquer fase.
Se você é iniciante, aconselho começar por ele e com o tempo, conforme você for percebendo as fases sua orquídea, você se sentirá seguro a usar as outras opções de adubo:
– Floração;
– Crescimento;
– Enraizamento;
– Clácio + magnésio;

Além dos hormônios que dão um “” UP” na sua orquídea e complementos, como o sulfato de cobre.

O adubo de crescimento…

Nesta fase a orquídea precisa de mais Nitrogênio, pois ajuda na formação de tecidos das orquídeas (brotos, folhas, bulbos…).
Um exemplo de adubo de crescimento é o NPK 20-10-10, mas existem outras fórmulas, o importante é ter mais N (nitrogênio) que os demais nutrientes.
O NPK 20-10-15 também é ótimo, pois além de ser rico em Nitrogênio, ele tem uma boa carga de K(Potássio), que também auxilia nesta fase, pois auxilia na formação das células, rigidez dos bulbos e brotos, além de dar uma forcinha para as raízes.
O adubo de floração…

Na fase da floração, as orquídea precisam de uma dose extra de Fósforo(representado pelo P, na fórmula NPK).
Para saber se o adubo é indicado para floração, é preciso que na fórmula NPK, o segundo número, que corresponde ao P (fósforo), seja o maior, ou seja, indique maior concentração.
Exemplos de adubos de floração: 10-20-10, 10-20-5, 8-45-14…

Sugerimos para leitura:
Manual Completo de Como Cuidar de Orquídeas
Esclarecendo…

A partir do momento que você se sente seguro de usar o adubo específico para cada fase, não será necessário usar o de manutenção.
Agora se você tem poucas orquídeas e não quer ter um monte de adubos, pode manter apenas o de manutenção, ao invés de usar o de crescimento + floração.

A verdade é que adubação é um assunto muito extenso, pouco explorado no mundo das orquídeas e muito pessoal, pois vai muito da experiência dos cultivadores.

Gosto sempre de falar sobre o que eu penso sobre isso para ajudá-los a formar sua própria opinião e orientar na fase mais complicada (primeiros anos de cultivo).
Espero que este post ajude quem ainda estiver com dúvidas sobre isso.
Prometo que em breve falarei mais detalhadamente e profundamente sobre a fertilização das orquídeas, ok?!

4 Comments

    • Eu adoro orquídeas, me aposentei e quero cuidar melhor das minhas orquídeas, são poucas mas já tive exito em algumas delas, quero conhecer-las pelo nome, conhecer suas propriedades, são tantas que confunde o modo certo de trata-las, plantas é como doença precisamos conhecer para usar o remédio certo na cura. Agradeço as dicas e obrigado.

Deixe o seu comentário