Orquídea

Sobre as Orquídeas…

Existe um mito de que orquídeas são plantas sugadoras ou parasitas.
Isso não é verdade!
Essa lenda foi criada porque a maioria das orquídeas vivem presas em árvores, dando a impressão que elas se alimentam da seiva destas plantas, mas na verdade, ela usa a árvore (que chamamos de tutor vivo) como suporte e apoio. Suas raízes grudam na casca para manter a orquídea segura, mas a nutrição delas acontece apenas pelo material que caem sobre elas (e se decompõe)  ou que são trazidos por animais (Ex: folhas, fezes dos animais…). Esses materiais ficam presos em suas raízes e são absorvidos lentamente por elas.
Você já deve ter reparado que cultivar orquídeas está na moda! rsss
Cada dia que passa mais pessoas se encantam com suas flores e desejam aprender a cultivá-las, mas o que é preciso para ter novas flores?
Para saber como cuidar, primeiro você precisa saber qual o tipo de orquídea você tem!
Você sabia que existem quase 2 mil gêneros de orquídeas, que são divididos em cerca de 30 mil espécies (sem contar os híbridos)?
Pois, é! Então não há como generalizar em tudo, né?!
Entre tantos gêneros, selecionei alguns que são os mais comuns e cultivados:
  Vanda
  Miltônia
  Cymbidium
  Epidendrum
  Paphiopedilum
 

Mas por que eu preciso saber disso?

Porque cada uma é diferente (muito ou pouco) da outra!
Por exemplo…
Você sabia que nem todas as orquídeas vivem em árvores? Pois é! Tem aquelas que vivem na terra, nas rochas…
Ficou interessado nisso, leia mais AQUI.

 gênero da sua orquídea

Tem orquídea em quase todos os cantos do planeta.
Então, o clima também é um fator importante, pois tem orquídeas de clima seco, quente, úmido, frio…
Por isso, volto a dizer, descubra qual o gênero (e se possível, a espécie também) da sua orquídea.
Além do clima, luminosidade é um fator que varia muito de um gênero para o outro.
Tem orquídeas que para florir precisam estar expostas a muitas horas de sol, enquanto outras, se recebem alguns minutos de sol nas folhas, podem se queimar.
Rega também é algo que varia de um gênero para outro…
Tem orquídeas que precisam de muita rega, tem outras que não podem ficar muito úmidas, tem aquelas que devem receber rega abundante em um período do ano e em outro não serem molhadas…
Tudo isso vai implicar na floração!
Então, se sua orquídea não está florindo, primeiro descubra de que gênero ela é, depois, leia a respeito, para saber o que você está fazendo de errado ou o que não está fazendo.
É isso!

 

Cattleya (gênero) intermedia(espécie).

 

Ah! “Peraí”!
Só para complicar mais um pouquinho… rsss
Às vezes, dentro de um único gênero, existe variação de cultivo entre as espécies, mas isso não é tão comum, então ainda dá para generalizar um pouco!
Entendendo…
Cattleya (gênero) walkeriana (espécie).
Orquídeas são divididas em gêneros, cada gênero é
dividido em espécies.
EX:
Laelia purpurata
Laelia é o gênero e purpurata é a espécie.
Como saber qual a espécie da minha orquídea? Hum! Isso é mais difícil!
O melhor é comprar orquídeas com plaquinha de identificação.
Cattleya (gênero) warneri (espécie).
Se a sua não tiver vindo identificada, só dá para descobrir uma espécie se ela estiver florida.
Só dá para sabermos a diferença entre uma espécie e outra, por detalhes na flor.
Cattleya (gênero) labiata (espécie).